Notícias
Notícias
WhatsApp
19 de Fevereiro de 2024
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Federação sindical vai integrar Sindpd a sindicatos de TI no Paraná e em Uberlândia
Ideia é promover integração e organização conjunta entre os sindicatos para as pautas comuns como o combate à precarização e o fortalecimento da negociação coletiva



Os sindicatos dos trabalhadores em empresas de TI no Paraná e Uberlândia preparam uma série de mudanças em suas organizações. Sitepd-PR, Sintipar-PR e Sinttec-MG vão mudar a operação de comunicação, recebimento de denúncias e atuação na negociação para um novo modelo já consolidado em São Paulo pelo Sindpd.

A principal mudança é a extensão do COE (Comitê de Operações Especiais) para as demais cidades como braço de enfrentamento ao descumprimento da Convenção Coletiva, através do recebimento de denúncias, pesquisa e apuração. O presidente do Sindpd-SP, Antonio Neto, se diz orgulhoso das mudanças promovidas no Sindicato de SP e no impacto do setor.

LEIA: Justiça enquadra RTM como empresa de TI, que terá que indenizar trabalhadores; ação do Sindpd

"Mudar é preciso, o sindicato precisa estar mais próximo das suas bases e dos trabalhadores. A tecnologia nos proporciona isso. Queremos cada vez mais aprimorar o modelo e expandir para outros estados que já estão filiados à Feittinf. Sem dúvida nenhuma, quando integramos e nos unimos, saímos mais fortes para enfrentar a precarização do setor", elogia.

As ações são promovidas pela Federação Interestadual dos Trabalhadores em Tecnologia da Informação (Feittinf), que já atua em outros estados como Bahia, Mato Grosso, Alagoas e em cidades como Joinville.

A ideia da Federação Sindical é promover integração, otimização de recursos e organização conjunta entre os sindicatos para as pautas comuns como o combate à precarização e às demissões em massa, o fortalecimento da negociação coletiva e a luta pela valorização da categoria.

Presidente da Feittinf, Emerson Morresi destaca que o projeto deve ser expandido para outros estados que já estão filiados à Federação. "Estamos iniciando um processo que vai fortalecer muito os trabalhadores em TI do Brasil, quando integramos os sindicatos, estamos integrando a mobilização, a organização e as lutas dos trabalhadores que na maioria das vezes são comuns", avalia.

Entre as mudanças na comunicação, todos os sindicatos terão novos portais, mudanças nas redes sociais, atendimento aos sócios e contribuintes pelo Whatsapp e canais exclusivos para o recebimento de denúncias. A integração deve contar também com uma maior atuação junto à imprensa das cidades e do setor de tecnologia.

Outra agenda que será integrada é a jurídica, as entidades devem atuar cada vez mais juntas contra empresas que buscam fugir do enquadramento sindical de tecnologia como a IBM, Proxxi, Kyndryl e ViaHub. Descumprimento de Convenção Coletiva, pejotização e demissões em massa também serão alvo da integração que responde por quase dois terços dos profissionais em TI do Brasil.


banner filie-se
Compartilhe

WhatsApp
LEIA TAMBÉM
Colonia PCDs vagas


PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade

BUSCAR


View this profile on Instagram

Sindpd (@sindpdsp) Instagram photos and videos



MAIS ACESSADAS
Clausula 53 Benefícios - Resumo Imobiliaria reduz