Notícias
Notícias
10 de Fevereiro de 2017
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Westcon fecha Acordo Coletivo de Trabalho com 10% de reajuste salarial
O ACT aprovado pelos trabalhadores prevê significativo aumento no vale-refeição, ampliação das licenças maternidade e paternidade e estabelece o Dia do Profissional de TI



Os trabalhadores da Westcon Brasil aprovaram, nesta quinta-feira, 9, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com a data-base de 1º janeiro de 2017, aplicado sobre o salário-base de 31 de dezembro de 2016. O ACT beneficiará 200 trabalhadores.

Entre as principais conquistas para os trabalhadores estão o reajuste salarial - acima da inflação - de 10%, o aumento do vale-refeição de R$30 para R$35, o estabelecimento do Dia do Profissional de TI para toda terceira segunda-feira do mês de outubro de cada ano e a possibilidade de prorrogação das licenças maternidade e paternidade, constituindo o programa Empresa Cidadã. As demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria foram mantidas.

A proposta foi enviada, inicialmente, ao diretor do Sindpd Celso Lopes para que analisasse e levasse o documento ao conhecimento dos trabalhadores. "A empresa veio com a proposta de 10%, no entanto, isso também foi debatido durante a assembleia de aprovação do ACT", lembrou.

O Sindpd foi incisivo na questão da extensão dos 15 dias da licença-paternidade. "Também foi colocada em debate a licença-maternidade, que teve a ampliação para mais 60 dias, completando os 180 dias previsto nos benefícios pedidos pelo Sindicato", afirmou o diretor.

Chan Suet San, assistente administrativa há 15 anos na Westcon, afirmou que seus colegas ficaram satisfeitos com o ACT. "O pessoal que estava na sala de reunião falando sobre o Acordo ficou superfeliz. E eu também fiquei feliz", disse, animada.

"Eu, como diretor, fiquei satisfeito com o fechamento desse Acordo porque mostrou que a empresa pode, sim, valorizar o trabalhador", comemorou Celso Lopes.




Compartilhe

LEIA TAMBÉM