Notícias
Campanha Salarial
29 de Janeiro de 2019
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Patrões desistem de reduzir horário de almoço, mas mantêm reajuste abaixo da inflação
Apesar do recuo, comissão patronal insiste em oferecer um índice (3%) que não repõe as perdas salariais de 2018 e se recusa a não considerar a pauta de reivindicações da categoria de TI



Na 3ª rodada de negociação da CCT 2019, os patrões recuaram da proposta de redução do horário de almoço para meia hora, de redução dos dias referentes às ausências legais e do tempo gasto pelo trabalhador em viagens a serviço, que, segundo a pauta anterior, não deveria ser computado como horas in itinere. Entretanto, a comissão dos empresários ainda insiste em não avançar na negociação, oferecendo um índice de reajuste salarial, dos pisos e do vale-refeição que não repõe a inflação (3%), mantendo a retirada do adiantamento quinzenal, além de querer que o trabalhador pague as custas das homologações e não levar em consideração a pauta de reivindicações da categoria apresentada pelo Sindicato.

Em relação à diminuição da hora de almoço, o Sindpd recebeu em grande escala a indignação dos trabalhadores, que se manifestaram contra a pauta dos empresários pelo e-mail de atendimento e da Presidência do Sindicato. A proposta, segundo a categoria, era uma tentativa de sacrificar ainda mais os trabalhadores, que já dedicam suas vidas ao setor de TI, mas não recebem uma justa contrapartida por parte das empresas, como valorização profissional e mais qualidade de vida.

Na reunião de hoje, a comissão dos trabalhadores contrapropôs reajuste salarial de 5,9% e as homologações no Sindpd de todos os contratos de trabalho anteriores à sanção da reforma trabalhista (novembro de 2017), além da questão de os trabalhadores exigirem que as empresas façam as homologações no Sindicato.

Além do índice irrisório, para mostrar seu desrespeito e falta de consideração pelos trabalhadores, os empresários sequer analisaram itens da proposta já apresentada anteriormente pela categoria, como o VR no valor de R$ 20, criação do auxílio-alimentação no valor de R$ 150, hora extra de 100% nas primeiras duas horas e 150% na demais, auxílio-creche - com 50% do salário normativo para pais que tiverem filho com até 72 meses de idade -, o aumento da multa para as empresas que não cumprem a CCT para 20%, licença-maternidade de 180 e pagamento de quinquênio aos trabalhadores com um adicional de 3% do salário mensal do empregado para cada 5 anos trabalhados (veja aqui a pauta completa).

Ânimos acirrados

Um dos pontos tensos da negociação desta terça foi a insistência patronal em levar para a mesa de negociação pontos relacionados ao sistema de sustentação financeira do Sindicato, numa clara tentativa de interferir na autônima sindical e na própria sobrevivência financeira do Sindpd.

Ao refutar novamente a teimosia dos patrões nesse tema, Antonio Neto foi categórico ao afirmar que tal questão é definida pelos trabalhadores, e não pelo empresariado. "Quer facilitar a vida dos empregados, dê a eles um bom salário, um VR bom. Vocês não dão 6% [de reajuste], querem reduzir o adiantamento quinzenal. Se dizem preocupados que os trabalhadores paguem as contribuições, mas não dão a eles aumento real. Patrão não deve se meter na relação entre trabalhador e sindicato", criticou o presidente do Sindpd.

Segundo Neto, a cada dia que passa fica mais claro para o trabalhador - e é importante que ele tenha consciência - os motivos pelos quais as empresas muitas vezes os forçam a não contribuírem com o Sindpd. "Querem um Sindicato fraco, sem estrutura e sem força para enfrentá-los. Por isso insistem em levar para a mesa de negociação pontos que não dizem respeito a eles, mas somente às nossas assembleias, que são soberanas. Não vamos permitir ingerência de ninguém, muito menos desses empresários que, se permitíssemos, sequer deixariam os trabalhadores almoçar, como já mostraram na mesa de negociação", completou.

E continua...

A próxima rodada de negociação acontece no dia 05 de fevereiro, às 15h. Fique ligado no site.

Assista à integra da 3ª rodada:

Compartilhe

LEIA TAMBÉM
Conheça o Sindpd Digital
Conheça o Sindpd Digital
POR QUE SE FILIAR?
Colônia de Férias
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar
Reservas de colônias


NOTÍCIAS MAIS...

Facebook do Neto

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW


Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS