• RSS
Campanha Salarial

São Paulo, 01 de Dezembro, de 2011

Tamanho
da letra

Diminuir Fonte Aumentar Fonte

Consolidar VR e PLR. Lutar por aumento real e novos pisos

Sindpd Fest lança a Campanha Salarial 2012. Neto lidera e conclama trabalhadores rumo a novas conquistas


Consolidar VR e PLR. Lutar por aumento real e novos pisos

 

Além de ser um momento de diversão e descontração, a Sindpd Fest tradicionalmente marca o lançamento da campanha salarial da categoria de TI. "Este é um momento simbólico. É a hora em que os trabalhadores celebram suas conquistas e se unem em busca de melhores condições de emprego", frisou Antonio Neto, presidente do Sindpd.

Mais de 6 mil pessoas, que estavam presentes no clube Juventus, no sábado (dia 26 de novembro), vibraram com as metas estipuladas para a negociação do ano que vem. "Vamos buscar aumento real, ampliação dos pisos, acréscimo da participação patronal no plano de saúde e a consolidação do Vale Refeição (VR) e da Participação em Lucros e Resultados (PLR)", afirmou Neto antes da principal atração musical da noite, a dupla sertaneja João Bosco e Vinícius.

O evento que teve sorteio de vários prêmios, incluindo um automóvel 0 km, contou com o ator Eduardo Sterblitch, do programa Pânico na TV, que animou o público. "Parabéns pela força e a garra de vocês. Unidos tenho certeza que vocês conseguirão seus objetivos, vocês merecem pois trabalham para isso", disse o humorista.

Neto aproveitou o comentário de Sterblitch para destacar a lucratividade das empresas do setor. "No ano passado, o lucro das companhias de TI foi fenomenal. A previsão de crescimento em 2011 beira a casa dos 13%, segundo a consultoria IDC. No entanto, algumas empresas acham mais importante tirar a pele do trabalhador, aumentar o lucro, comprar empresa no exterior, levar emprego para fora, que valorizar os profissionais", avalia.

Apesar do bom momento do mercado de TI, o presidente do Sindpd lembrou a dificuldade de fechar o acordo deste ano e a inflexibilidade do sindicato patronal. "Nada é fácil para nós trabalhadores. Cada conquista é arrancada somente depois de batermos muito. Com a greve conquistamos a estabilidade de quase cinco meses, obtivemos 7,5% de aumento salarial, reajuste de até 11% nos pisos, aumento da hora extra para 100%, VR e PLR", relatou Neto.

Segundo o presidente, nada é impossível para os trabalhadores de TI, a exemplo da conquista da redução da jornada de trabalho. "Alguns companheiros nos criticaram, falavam que o Congresso iria aprovar a redução da jornada e que a nossa luta era em vão. O Congresso aprovou a redução da jornada? Não, não aprovou. E hoje os trabalhadores em TI de São Paulo são um dos poucos, talvez os únicos, que conquistaram redução de jornada em Convenção Coletiva. E isso não vão tirar da gente nunca mais. Logo vamos lutar pela jornada de 36 horas, pois a dedicação do profissional de TI vai muito além das horas trabalhadas nas empresas, estamos constantemente atentos ao trabalho, ao setor, levando os problemas para casa".

Apesar de o sindicato patronal ter obtido efeito suspensivo do VR e da PLR no Tribunal Superior do Trabalho (TST), a maioria das empresas, tão logo saiu a decisão da Justiça, implementou os benefícios. "Nossa pressão possibilitou que assinássemos mais de 600 acordos de PLR, com valores que chegam até seis salários nas empresas onde temos maior mobilização e onde os empresários realmente valorizam seus funcionários. Este efeito suspensivo no TST não significa que perdemos a batalha. Podemos virar o jogo e as empresas serão obrigadas a pagar tudo retroativo, desde janeiro do ano passado", bradou Neto no palco da Sindpd Fest.

A novidade da Campanha Salarial 2012 é unificação com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Cursos de Informática (Sindiesp) e com a Federação Interestadual dos Trabalhadores de Tecnologia da Informação (Feittinf). O presidente do Sindiesp, Abner Teixeira da Silva (Biné), marcou presença na festa e afirmou que a integração vai fortalecer os trabalhadores na mesa de negociação. "Nós entendemos que juntos conseguiremos somar, que somos mais fortes. Poderemos lutar para conquistar uma qualidade de vida digna para o trabalhador de TI", analisa Biné.
Compartilhar
  • Mostrar ou Ocultar Redes Sociais

Dúvidas e sugestões devem ser enviadas para o e-mail sindpd@sindpd.org.br

  • Logo Sindpd - Clique para voltar à home
  • Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e
    Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo

    Avenida Angélica, 35 - Santa Cecília, São Paulo, SP - CEP 01227-000
    Tel. (11) 3823-5600
    Desenvolvido por Estúdio Saci & Tetrasoft